Infertilidade / Eu tenho. E agora?

Você deve conversar com o seu parceiro ou com a sua parceira, e ambos devem procurar avaliação médica especializada em reprodução humana (medicina reprodutiva).

A infertilidade não é um problema exclusivo da mulher. Em cerca de 40% dos casos de infertilidade a causa principal é feminina, de 40% masculina e de 20% a associação de ambos os sexos. Assim, tanto o homem quanto a mulher devem ser avaliados desde o início.

A escolha do médico ou da clínica de reprodução humana deve ser criteriosa. O casal deve se sentir à vontade, dialogar de maneira franca com o médico e ter à sua disposição uma equipe de profissionais eficientes que, trabalhando em conjunto, estejam prontas a responder às suas dúvidas, e sempre que possível antecipar as soluções, prevenindo o surgimento dos problemas.

Todos os profissionais da clínica desempenham papel essencial no auxílio do casal e devem estar em total sintonia com os anseios das pessoas envolvidas, para que não haja informações desencontradas e o casal não se sinta confuso.

A preocupação inicial é diagnosticar objetivamente as causas da infertilidade e depois propor o tratamento que possa eliminá-las, caso isto não seja possível, procurar o melhor tratamento, com o melhor custo-benefício, para realizar o sonho de se ter um filho.

O médico conversará bastante para saber o histórico de saúde dos dois e depois provavelmente solicitará uma série de exames.

Você tem dúvidas?
Consulte-nos pelo formulário abaixo ou ligue no telefone (11) 5052-1000 será um prazer te ajudar.